www.flumignano.com
INSTITUTO FLUMIGNANO DE MEDICINA

logoifm.gif (2913 bytes)
Registrado no Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro sob o nº 52.1063219

PONTOS DE VISTA DO RIGOR DO CONTROLE GLICÊMICO DO DIABÉTICO

Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan - crm 5245054-3
izidoro@flumignano.com

PONTO DE VISTA 01 : Foi preconizado pelos médicos há muitos anos atrás de que o tratamento do diabetes poderia ser relativamente flexível, com uma ou duas injeções diárias de insulina de ação lenta, com um regime alimentar restrito mas não draconiano, com vários exames diários de urina e pelo menos uma glicemia capilar por dia, que associado a ajustes dos fatores ambientais, como exercícios e combate ao estresse, poderiam na sua somatória promover uma glicemia controlada sem muito rigor, o suficiente para estabilizar o diabetes.

PONTO DE VISTA 02 : O estudo DCCT dos EEUU que mostrou que existe uma relação direta entre o nível da hemoglobina glicosilada e a incidências das complicações do diabetes. Assim, todo o esforço deve ser aplicado para que o nível da hemoglobina glicosilada seja o mais próximo do normal possível. Portanto, viu-se benefícios num tratamento mais rígido, intensivo, com monitorização glicêmica capilar medida várias vezes por dia associada a multi-aplicações de insulina do tipo de ação lenta, rápida e ultra-rápida, com a finalidade de manter a glicemia, a todo custo, o mais próximo do normal possível.

C O M E N T Á R I O S : Em nossa análise os dois pontos de vistas não são contraditórios. A decisão do método a ser aplicado é dependente da gravidade do diabetes, das doenças associadas, do perfil psicológico, da idade, da presença de complicações, da motivação pessoal e dos recursos financeiros disponíveis para o melhor tratamento possível. Via de regra, quanto mais jovem for o paciente diabético mais intensivo deve ser o tratamento. Porém, em todos as casos, independentemente da idade, deve haver uma monitorização domiciliar da glicemia, cuja periodicidade deve ser proporcional a gravidade do diabetes. A terapêutica não deve ser medida pelo método aplicado, mas sim pelos resultados encontrados. Se o paciente apresenta um bom controle do diabetes, comprovada através da dosagem da hemoglobina glicosilada a cada 3 meses, seja qual for o tratamento, este deve ser mantido. Porém, caso contrário, uma nova estratégia terapêutica deve ser aplicada.

Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan, crm 52.45054-3, atualizado em 29/01/2010

COMENTE E PERGUNTE
 SOBRE ESTE ASSUNTO

Escreva seu nome inteiro,
telefones para contato e cidade onde mora.

Seu e-mail para resposta

COMENTE e PERGUNTE

Obrigado e aguarde a resposta.
Apreciamos sua participação em nosso site.

 

Assuntos de Interesse :

- Diabetes Interessa a Todos
- Monitorização Glicêmica Capilar
- Holter de Glicose
- Fundamentos da Dieta do Diabetes tipo 2

- Adequação Emocional do Diabético.
- Diabetes e Gravidez.
- Fundamentos da Dieta do Diabético.
- Hemoglobina glicosilada e frutosamina.
- Exercícios Físicos e Diabetes.
- Estatísticas Mundiais das Complicações do Diabetes.
- Leis de Atendimento aos Diabéticos no Estado do Rio de Janeiro.
- Os 10 Princípios do Diabético Bem Controlado.
- A Importância da Monitoração Glicêmica Domiciliar.
- Tipos de Diabetes.

 

 

 

   PÁGINA INICIALEQUIPE MÉDICA | NÚCLEOS DE ATENDIMENTOS | EDUCAÇÃO EM SAÚDE FLASH
 NÚCLEO DE ATENDIMENTO AO DIABÉTICO | BIBLIOTECA MÉDICA VIRTUAL