www.flumignano.com
INSTITUTO FLUMIGNANO DE MEDICINA

logoifm.gif (2913 bytes)
Registrado no Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro sob o nº 52.1063219

 DIAGNÓSTICO
DO DIABETES MELLITUS 
de 1997 a 2006.

Dr. Izidoro de Hiroki Flumignan - crm 5245054-3
izidoro@flumignano.com

O diagnóstico do diabetes mellitus, assim como todos os outros, deve ser realizado com a observação de muitos detalhes clínicos e protocolares. Na apresentação clínica, o diagnóstico, principalmente na criança, é exuberante com emagrecimento excessivo e rápido, sonolência e excessos de sede, fome e urinação. Esta apresentação é compatível com diabetes tipo 1. Mas pode acontecer, em raras vezes, o diabetes na criança sem estes exuberantes sintomas, mas com a presença da glicemia levemente elevada. Neste último caso, trata-se do diabetes do adulto iniciado na criança, chamado também de MODY, que pode assim permanecer por longo período, mas tenderá a piorar com o passar dos anos. Em todos os casos exige-se tratamento.

No adulto, o diabetes, na maioria das vezes, inicia-se lentamente, com pouco elevação da glicemia de jejum que vai elevando-se progressivamente com o passar de alguns anos. Esta apresentação é compatível com o diabetes tipo 2, e muito freqüentemente o diagnóstico é realizado em laboratórios ou em campanhas públicas de detecção do diabetes.  Porém, não raramente, pode também o diabetes do adulto ter início súbito, com elevação repentina da glicemia. Neste último caso, trata-se do diabetes tipo 1 do adulto.

A grande maioria do diabetes tipo 2, que acontece no adulto, ocorre no obeso. O emagrecimento pode reverter esta alteração glicêmica. Este tipo de diabetes associado a obesidade também tem sido chamado de diabesidade.

Em especial, na gestação, pode ocorrer o diabetes gestacional. Trata-se de uma alteração da glicemia vigente somente no período da gravidez e que se normaliza após o parto. Muitas vezes o diabetes retorna a esta mulher após alguns anos, podendo se instalar definitivamente.

Como ficou demonstrado, o diagnóstico do diabetes deve exigir atenção dos médicos e dos pacientes, sendo que para cada tipo há diferentes tratamentos. Além da apresentação clínica, para o diagnóstico se confirmar, é necessário que os exames glicêmicos, realizados em laboratórios, obedeçam a tabela oficial de diagnósticos editados por especialistas internacionais e nacionais.

Nos últimos anos estas tabelas de diagnóstico do diabetes tem sido alterada progressivamente para valores glicêmicos mais reduzidos para permitir um diagnóstico mais antecipado da doença, permitindo o tratamento oportuno. Bem verdade que, cada vez que estes protocolos de diagnósticos são revisados, mais diabéticos são diagnosticados. O comitê de especialistas tem como fundamentos as pesquisas científicas com o objetivo é proteger a saúde das populações.

Portanto, o diagnóstico de diabetes é necessário uma apresentação clínica associada a alterações da glicemia. Há muitas outras doenças que também alteram os níveis da glicose sanguínea e não é diabetes. Por este motivo somente o médico é capaz de fazer o diagnóstico de certeza.

Veja abaixo duas das mais recentes tabelas de diagnóstico do diabetes, sendo que a vigente é a de 2006.:

ADULTOS, CRIANÇAS E GESTANTES

- 1997 - (superada)
Fonte: - Report of the Expert Committee on the Diagnosis and Classification of Diabetes mellitus - Diabetes Care, 20:1183 - 1197, 1997.

Glicemia (tempo) Valores de referência
mg%
Pré-diabetes
mg%
Diabetes Mellitus
mg%
DM gestacional
mg% *
Jejum de 12h até 110 111 a 125 maior ou igual a 126 até 105
2h após 75g de glicose por via oral até 140 141 a 199 maior ou igual a 200 1h - até 190
2h - até 165
3h - até 145
*Em gestantes entre a 24 e 28 semanas de gravidez, pode ser realizado um teste de triagem, no qual são administrados 50g de glicose e uma única amostra de sangue é colhida 60 minutos depois, sem necessidade de dieta especial ou jejum prévios. A glicemia de 140mg% é considerada como limite normal. Caso esse valor seja ultrapassado, é preciso proceder à curva glicêmica.

- 2006  - (vigente)
Fonte :  - Sociedade Brasileira do Diabetes - SBD e Internacional Diabetes Federation - IDF.

Glicemia (tempo) Valores de referência
mg%
Pré-diabetes
mg%
Diabetes Mellitus
mg%
DM gestacional
mg%
Jejum de 12h 70 a 99 100 a 125 maior ou igual a 126 maior ou igual a 126
2h após 75g de glicose por via oral menor que 140 140 a 199 maior ou igual a 200 maior ou igual a 140

Curva Glicêmica ou Teste Oral de Tolerância a Glicose (TOTG) -  Recomendações a todos os pacientes que realizam este exame: Dieta e atividade física normais nos dias precedentes. Sem uso de medicação hiperglicemiante. Durante o teste ficar em repouso sem fumar. A prova deve ser realizada de manhã, de 8 às 10 horas. A curva glicêmica serve apenas para esclarecer dúvidas.


Abaixo, segue os valores de referência de normalidade da glicemia pós parto e em crianças, editado pela Architect/Aeroset - 2004.  Tais dosagens são úteis para evolução de neonatos de mães diabéticas, que freqüentemente apresentam hipoglicemias reativas e transitórias até 48h após o parto.

Sangue de cordão umbilical 45 a 96 mg%
Prematuros 20 a 60 mg%
Neonatos 30 a 60  mg%
Recém-natos 1 dia 40 a 60  mg%
Recém-natos além de 1 dia 50 a 80  mg%
Crianças 60 a 100  mg%

Dr. Izidoro de H. Flumignan, crm 52.45054-3, atualizado em 29/01/2010


COMENTE E PERGUNTE
 SOBRE ESTE ASSUNTO

Escreva seu nome inteiro,
telefones para contato e cidade onde mora.

Seu e-mail para resposta

COMENTE e PERGUNTE

Obrigado e aguarde a resposta.
Apreciamos sua participação em nosso site.

 

Assuntos de Interesse:

- Fundamentos da Dieta do Diabético tipo 2
- A Hemoglobina Glicosilada e a Frutosamina
- Holter de Glicose

- O tratamento cirúrgico do diabetes tipo 2
- Adequação Emocional do Diabético.
- Diabetes e Gravidez.
- Fundamentos da Dieta do Diabético.
- Hemoglobina glicosilada e frutosamina.
- Exercícios Físicos e Diabetes.
- Estatísticas Mundiais das Complicações do Diabetes.
- Leis de Atendimento aos Diabéticos no Estado do Rio de Janeiro.
- Os 10 Princípios do Diabético Bem Controlado.
- A Importância da Monitoração Glicêmica Domiciliar.
- Tipos de Diabetes.

 

  PÁGINA INICIALEQUIPE MÉDICA | NÚCLEOS DE ATENDIMENTOS | EDUCAÇÃO EM SAÚDE FLASH
 NÚCLEO DE ATENDIMENTO AO DIABÉTICO | BIBLIOTECA MÉDICA VIRTUAL